Editora Novo Conceito

Publicidade

Banner exemplo

Quando uma garota entra em um bar...

30 de Setembro de 2013 | Mais Conteúdo

O livro “Quando uma garota entra em um bar...” foi lançado no Brasil em primeira mão. Em outros países ele tem previsão de lançamento para 2014, ou seja, você o lê antes de todo mundo.

Quando uma Garota entra em um BarEsta obra de Helena S. Paige tem um formato de leitura inédito, intrigante e sexy. No livro você faz a história acontecer como mais desejar e cria as tramas.

Para entrar no clima demos início a esse jogo. Leia o trecho do dia, vote e decida o que a garota deve fazer. A atitude mais votada será apresentada no dia seguinte.

Mas veja só, esta brincadeira é só para maiores de 18 anos.

Baixe o primeiro capítulo do livro aqui!

 

Inicio

Dia 1 – Introdução

Uau! Hoje é sexta-feira! Noite linda lá fora, gatos e gatas soltos pela rua, um calor que sobe pelo corpo, roupas curtas, muito decote. Ela está se preparando para a balada. Vai sozinha a procura de aventura, mas está cheia de dúvidas sobre o que vestir por baixo, é claro.

Se você acha que ela deve sair com uma calcinha insinuante e um sutiã meia taça, daqueles que bota qualquer autoestima para cima, porque pode rolar – curta.

Mas se você quer que ela use uma calcinha e sutiã confortáveis, um pouco maior, cor da pele nada atraente e bem sem graça – compartilhe


E a decisão que ganhoi foi...

Dia 2 – decisão (calcinha confortável)

Ela chegou ao bar e encontrou um cara que é o número dela sentado na mesa ao lado. Quando o viu subiu um frio na barriga e sentiu um arrepio percorrer toda a sua costa. Ele estava com amigos e logo olhou para ela que tinha olhos azuis da cor do céu. O tipo tinha corpo de atleta, cabelos louros e um queixo com um risquinho no meio e pernas grossas numa calça apertada. Os lábio eram carnudos e insinuantes. Ele pediu para sentar-se à mesa dela e começou um papo.

Depois de duas horas ele a chamou para irem até a casa dele. Mas ela lembrou que estava com calcinha e sutiã tipo vovó e confortável.

Ela vai para a casa dele assim mesmo e lá dá um jeito se rolar algo – curta.

Ou dá uns pegas, deixa ele louco e marca a ida à casa dele para outro dia. Amanhã quem sabe – compartilhe.


Dia 3 - decisão 2 (calcinha confortável vai à casa dele) 

Ela vai à casa dele assim mesmo, com a calcinha retrô e chegando lá ele abre a porta do apartamento, que é grande e muito bem decorado, gentilmente faz sinal com o braço para que ela entre e assim que fecha a porta a encosta na parede e dá o beijo mais impressionante que ela já ganhou. Ele desabotoa o pirmeiro botão da blusa dela...

Desabotoa o segundo botão e então... - curta.

Não deixa ele desabotoar o segundo botão e pede para ir ao toalete para depois... - compartilhe.


Dia 4 - decisão 2 (calcinha coonfortável e vai para a casa dele. Tenta disfarçar)

Desabotoa o segundo botão e coloca suas mãos por dentro da blusa, quando ela sente a quentura da palma em sua pele, que logo se arrepia toda e então lembra do "sutiã da vovó" que está usando e...

Apalpa a parede até achar o interruptor e apaga a luz em seguida. - compartilhe.

Tira as mãos dele do seu corpo e pede para ir para o quarto. - curta. 


 

Dia 5

Acho melhor parar por aqui. 


Quer saber mais? Leia o livro "Quando uma garota entra em um bar..."

 


Nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar

avatar novo conceito

Cadastrando sua mensagem, por favor aguarde...

Receba nossa newsletter

Fique por dentro das novidades

Grupo Editorial

Novo Conceito

UMA EQUIPE JOVEM, pronta para DESTACAR-SE NO MERCADO PUBLICAndo CONHECIMENTOS, lançando autores E FAZEndo HISTÓRIA.