Editora Novo Conceito

Publicidade

Banner exemplo

Paixões platônicas, amores por personagens e outras possibilidades!

13 de Março de 2014 | Tammy Luciano

Paixões platônicas, amores por personagens e outras possibilidades!

(*A leitora citada nessa crônica foi avisada antes e me autorizou a falar sobre o assunto)

Uma mensagem de uma leitora me fez escrever essa crônica. Aliás, como os recados das pessoas trazem reflexões! Por isso, procuro tanto manter contato com quem possui meus livros em suas estantes. Meu material de escrita nasce nas conversas com as pessoas, nas trocas de pensamentos e nas ideias chegando depois de uma mensagem.

A leitora começa falando de “Claro Que Te Amo”, da identificação com a história, de já ter tido um André em sua vida, da sensação de sentir a presença real do personagem Marcelo, durante a leitura do meu quinto livro. Depois, comentou das coincidências entre a sua vida e a da personagem Piera, tendo declarado achar impossível encontrar o verdadeiro amor. "Onde estará o meu Marcelo?" Ela se questionava. “Ele não existe, mas obrigada por escrevê-lo”.

Respondi sua mensagem que acabou virando uma conversa. A leitora me conta que está se apaixonando pela segunda vez de forma platônica, por uma pessoa famosa, com esperança, de que esse seja o Marcelo da sua vida. Achei a história curiosa. Imagina você gostar de alguém que só encontra pela TV. Um dia, o relacionamento “termina”, você chega no seu ponto final da história, cansada de amar sozinha. Liberdade mental. Um tempo depois, um outro famoso aparece na TV e você se apaixona novamente por alguém completamente distante do seu mundo. "Eu me apaixono, mas não tenho a menor ideia de quem seja de verdade". Isso daria um livro. Quem sabe um dia, eu o escreva.

Fiquei encucada com a leitora apaixonada por quem não conhece, sem o menor conhecimento de suas essências. A intimidade das pessoas envolve um mergulho diferente do que imaginamos. O famoso no seu universo particular pode ser completamente diferente da idealização. Ela leu um livro, achou o protagonista maravilhoso, pegou suas características, colou na cara de uma celebridade que fisicamente a atrai e decretou: estou apaixonada por esse famoso, ele me trataria como o Marcelo trata a Piera. Será mesmo que trataria?

Sentimentos são difíceis de controlar, mas precisamos prestar atenção para não ficarmos vivendo a equação de se apaixonar sozinho, ainda mais por pessoas idealizadas. Ler um livro, curtir a história, se emocionar e ter sonhos maravilhosos fazem bem a cada um de nós. A literatura tem um poder mágico de dar sabor à nossa rotina, mas devanear a personagem, se transferindo para algum corpo de um famoso do mundo real pode confundir nossa relação com a realidade.

Será que fazemos isso em menor dose dentro de nós? Você já leu um livro e ficou perdidamente apaixonada pela personagem? Sentiu seu coração acelerar por uma criação literária de um escritor? Achou que podia fechar o livro e encontrar com o protagonista dos sonhos, no meio da rua? Como faço para ter aquela vida para mim, quem nunca se perguntou isso? Fechamos o livro, colocamos a cabeça no travesseiro e estamos completamente conectados com aquela pessoa do capítulo. Isso me faz lembrar de um leitor me procurando na Bienal de São Paulo de 2012, para contar sobre sua paixão pela Thizi, de Garota Replay, e seu sonho de encontrar uma garota igual à minha criação. 

Muitas leitoras questionam se os rapazes criados nos livros existem na vida real. Claro que sim! Escrevo baseada em fatos, histórias que escuto e cenas tiradas do mundo em que vivo. As garotas e os rapazes legais, do bem, ainda estão por aí. Penso que faz parte do meu trabalho não deixar minhas leitoras desacreditarem no amor. Porque o sentimento real está no mundo para ser encontrado e vivido.

Vamos ler muito, sonhar com os livros, mas no quesito paixão, vamos esperar alguém chegar, a gente conhecer, saber se a pessoa é como imaginamos e aí sim, mergulharmos na história. Se apaixonar por um personagem não pode fazê-la esquecer da sua vida rotineira,  preferindo a ficção. No cotidiano, o Marcelo dos seus sonhos pode aparecer com uma barriguinha mais saliente, ou talvez não tenha os olhos claros...  Não crie obstáculos, esqueça o perfeccionismo e dê uma chance ao planeta Terra pé no chão. Quem sabe o protagonista da sua vida já apareceu, mas você não se deu conta, preocupado demais em viver a ficção dos seus sonhos? Ou quem sabe ele chegará, sendo melhor do qualquer obra ficcional? 

Sejam sempre felizes!

Até semana que vem!

Nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar

avatar novo conceito

Cadastrando sua mensagem, por favor aguarde...

Receba nossa newsletter

Fique por dentro das novidades

Grupo Editorial

Novo Conceito

UMA EQUIPE JOVEM, pronta para DESTACAR-SE NO MERCADO PUBLICAndo CONHECIMENTOS, lançando autores E FAZEndo HISTÓRIA.