Editora Novo Conceito

Publicidade

Banner exemplo

Ser escritora é: multiplicar leitores

12 de Setembro de 2014 | Lu Piras

Começo a coluna de hoje explicando a minha ausência do blog nas últimas duas semanas. Muitos de vocês acompanharam as notícias da 23ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo e, quem me segue nas redes sociais, sabe que não perdi um dia sequer dessa algazarra literária. Em minha mala para dez dias levei muita roupa de inverno (que quase não usei!), mas, essencialmente, disposição, expectativa e uma palavrinha de 5 letrinhas que, apesar de pequenininha, estende-se para muito além das 313 páginas do meu livro Um herói para ela. Quer adivinhar? Vou dar a dica para quem não leu o livro: sonho.

O estande da Novo Conceito estava lindíssimo, gigantesco e lotado a maior parte do tempo. Trabalhei ao lado da equipe incansável da editora e dos demais autores admiráveis para acolher todos os leitores como faz uma família quando recebe os amigos em casa. Alguns amigos nos visitaram mais de uma vez por dia, por vários dias consecutivos. Houve os que se tornaram da família. Houve os que não vi, mas enviaram mensagens de carinho. Houve os que visitei em outros estandes. Outros, aqueles que não consegui visitar, acompanhei de longe e vibrei com o sucesso do autor nacional. Virou matéria de revista o que eu sempre soube, e quem esteve lá concorda: esta foi a Bienal do Livro Nacional.

Eu sempre digo: a conquista de um, é o sucesso de todos.

Pensando assim, escolhi para o tema da minha coluna “Ser escritora é” deste regresso ao blog pós-bienal: multiplicar leitores. Minha Bienal no estande da Editora Novo Conceito me trouxe novos leitores. Destes, recebi mimos, mensagens, resenhas e fotografias, que guardo comigo e também compartilho, orgulhosa, não por expandir minha rede de amigos-leitores, mas por trazê-los para mais perto. Antigos leitores, alguns que me conheceram por meio dos próprios colegas de editora, da série Equinócio ou do livro A última nota, também me visitaram com abraços apertados e presentes de valor inestimável. Qual a minha surpresa ao autografar estes livrinhos anos depois! E qual a minha surpresa ao descobrir que leitores em comum fazem mais leitores em comum, que são leitores meus, de um, de outro, de todo mundo! Estas e muitas surpresas, pelas mais diversas razões, me emocionaram em muitos momentos.

E, no silêncio do quarto de hotel à noite, o filme da minha vida de escritora rebobinava, iludindo-me de que tudo aquilo era efeito do sonho que eu levava na bagagem.

Acho que não acordei. Ainda estou naquele quarto de hotel, compartilhando o espaço e as histórias com as duas autoras e amigas queridas, Tammy Luciano e Graciela Mayrink, conversando até altas horas da madrugada sobre a magia das bienais passadas e daquelas que virão. Nós três tínhamos a consciência de estar vivendo as mesmas experiências incríveis ao mesmo tempo, o que tornou tudo mais divertido e emocionante. E eu senti como se o tempo não passasse, fazendo o que amo ao lado de escritoras inspiradas e inspiradoras, aproveitando ao máximo a companhia delas, e todas as manifestações de amor que nossos leitores nos entregaram. Percebemos que não existe o meu e o delas. Existe o nosso leitor. E que partilhar os leitores é multiplicá-los.

Confirmei, desta vez pelo ângulo da editora onde sempre almejei estar: que o céu, naqueles dez dias da Bienal do Livro Nacional, esteve repleto de estrelas. Levei um tempo para encontrá-las. Depois de enxergar as primeiras, todas as outras começaram a surgir. De repente, o céu se tornou mais próximo de mim. E eu vislumbrei o infinito.

Shhh... Não me acordem.  

Nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar

avatar novo conceito

Cadastrando sua mensagem, por favor aguarde...

Receba nossa newsletter

Fique por dentro das novidades

Grupo Editorial

Novo Conceito

UMA EQUIPE JOVEM, pronta para DESTACAR-SE NO MERCADO PUBLICAndo CONHECIMENTOS, lançando autores E FAZEndo HISTÓRIA.