Editora Novo Conceito

Publicidade

Banner exemplo

ESCRITORA: MEU ESTILO DE VIDA

01 de Agosto de 2014 | Lu Piras

Engana-se quem acredita que minha vida de escritora é sossegada. Ao contrário do que muita gente pensa, o tempo não passa mais devagar quando estou escrevendo. Enquanto escrevo, assumo a responsabilidade pelas vidas de tantos personagens, que a minha própria existência fica entregue ao sabor do vento de minhas oscilantes, inesperadas, temperamentais inspirações. A realidade e a ficção muitas vezes se misturam, e a cronologia que estabeleço na hora de estruturar meus textos, geralmente, me dá a sensação de que o tempo me pertence; de que estou no controle de tudo.

A verdade é que vivo em um constante estado de descontrole.  

Sou regida pela necessidade vital de escrever. Se perguntada sobre a difícil escolha entre ganhar dinheiro ou dedicar-me exclusivamente a minha arte, diria: não vivo para escrever. Escrevo para viver. Porém, confessaria (apenas aos íntimos): essa dualidade me exaure e tem me deixado muito pobre. Assim, finalmente, haveria de reconhecer (aí sem pudores), que escrever é mais do que uma profissão. É um estilo de vida.

O meu estilo de vida me leva a acreditar que mesmo sem dinheiro sou feliz. Que mesmo exausta pelas horas a fio dedicadas a um novo projeto literário, eu não teria no que aplicar melhor o meu tempo. O meu estilo de vida faz as pessoas a minha volta acreditarem que sou erudita, porque, supõe-se, ser escritor implica um status intelectual de relevância para a sociedade. O meu estilo de vida provoca fascínio e curiosidade nos meus leitores e fãs, já que são eles os voluntários participantes das estratégias midiáticas que criam a minha personalidade pública.

Um dia ainda vou escrever sobre isso. Sobre como a ficção pode ofuscar a realidade, e a escritora, um dia fechada em seu casulo de imaginações e ideias, no outro, uma protagonista cheia da grana, senhora do seu tempo, metida à intelectual, popstar em permanente ascensão se torna, enfim, a dona do estilo de vida que gostaria de ter. Por enquanto, não posso me dar ao luxo de escrever um livro sobre uma escritora assim, a menos que ela seja uma invenção da minha cabeça. Não tenho tempo para me tornar essa protagonista. Eu vivo o tempo de escrever. E o tempo de escrever é o mesmo de aprender. Sou escritora. Sou aprendiz. Escrevo para aprender a viver o meu estilo de vida.

E enquanto escrevo, de repente, o tempo passa muito depressa.

 

 

 

 

 

1 pessoa comentou

Deixe seu comentário

avatar novo conceito

Cadastrando sua mensagem, por favor aguarde...

Leci Teresinha Rodrigues

Leci Teresinha Rodrigues - 01 de Agosto de 2014 às 18:33

gostaria de ganhar

Compartilhar via Facebook Logar via Twitter

Cadastrando sua mensagem, por favor aguarde...

Receba nossa newsletter

Fique por dentro das novidades

Grupo Editorial

Novo Conceito

UMA EQUIPE JOVEM, pronta para DESTACAR-SE NO MERCADO PUBLICAndo CONHECIMENTOS, lançando autores E FAZEndo HISTÓRIA.

  • Emily Giffin

    UMA PROVA DE AMOR

    Emily Giffin