Editora Novo Conceito

Publicidade

Revisão, um processo sem fim

17 de Setembro de 2014 | Graciela Mayrink

Eu costumo brincar que a revisão é como um buraco negro. Você cai e não sai nunca mais.

A revisão é uma etapa que começa agradável, você vai lendo seu livro, melhorando, mudando, consertando erros. Vai relendo sua história, rindo em algumas partes, chorando em outras, se surpreendendo com cenas tocantes, que jamais imaginou escrever. Chega ao final do livro com aquele suspiro de felicidade, de um bom trabalho feito.

Até vir a segunda revisão. E a terceira, a quarta, a quinta, a milésima. Aí você já não aguenta mais, seus olhos ardem, você odeia o mundo, só quer quebrar o computador, falar que não vai ter livro novo e fugir de casa. Quem nunca passou por isso?

A revisão é uma parte importante do livro. Você melhora muitos textos, corrige erros. Envia para  a editora, que também faz a sua revisão e depois te devolvem, Você lê novamente, devolve. O livro volta para uma última conferência, que às vezes não é a última porque ainda tem erro. Existe um prazo a ser cumprido, a última checagem tem de ser feita até às nove horas da manhã do dia seguinte para que o livro esteja pronto para a Bienal. São quatro horas da manhã, parece que tem uma praia nos seus olhos de tanta areia, o café já esfriou, a úlcera cresceu dentro do corpo e o que você mais quer é uma cama. Faltam ainda 60 páginas para serem conferidas e a vontade que dá é de deixar pra lá, dane-se, vai assim mesmo, mas você persiste. É a dura vida de escritor.

No dia seguinte, o livro segue para a editora, ainda vão fazer uma última checagem. Feliz, você percebe que passou semanas nesse processo e agora não sabe o que fazer. Não consegue se lembrar quais as coisas que ocupavam seu tempo semanas atrás, antes da revisão começar. O que é mesmo que eu fazia quando estava no computador? A única coisa que se lembra é de um texto aberto e palavras vermelhas, azuis, verdes martelando seus olhos. A revisão era o seu mundo.

E o grande dia chega. Seu livro finalmente saiu, que alegria! Você corre para a livraria, para ver o exemplar e poder pegá-lo, mas tem medo de abrir. Vai que encontra um errinho? Dá uma folheada, não vê nada, suspira aliviado. Até chegar em casa e abrir o e-mail do seu melhor amigo. Ele elogia o texto, a história, tramas e personagens. E comenta que na página 87, linha 24, tem um “CASA” que saiu como “CADA”. Que vontade de chorar.

Até a próxima coluna!

Nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar

avatar novo conceito

Cadastrando sua mensagem, por favor aguarde...

Receba nossa newsletter

Fique por dentro das novidades

Grupo Editorial

Novo Conceito

UMA EQUIPE JOVEM, pronta para DESTACAR-SE NO MERCADO PUBLICAndo CONHECIMENTOS, lançando autores E FAZEndo HISTÓRIA.

  • Emily Giffin

    UMA PROVA DE AMOR

    Emily Giffin