Editora Novo Conceito

Publicidade

Não Escreva Correndo – Calma na Hora de Enviar Originais

05 de Março de 2014 | Graciela Mayrink

Desde que lancei meu livro, muitos aspirantes a escritores me escrevem pedindo dicas e falando uma frase que venho escutando nos últimos meses: quero escrever logo um livro e enviar para a Novo Conceito. E o que eu digo para todos é: calma!

É sério, gente, o primeiro conselho que dou para quem quer escrever é: não escreva correndo. E o que isto significa? Bem, tenho visto que as pessoas estão com muita pressa para tudo. Sei que é o mundo em que vivemos, altamente tecnológico onde tudo é feito para ontem. Mas escrever é uma arte e não uma maratona. Você precisa de calma, tempo e amadurecimento.

Uma coisa que me surpreendeu na Bienal da Bahia foi o número de adolescentes me procurando e falando que estão tentando desesperadamente terminar logo de escrever um livro, para enviar para as editoras. E isto vem acontecendo também através do meu Facebook. Gente, vocês são jovens, têm toda a vida pela frente, não tenham pressa.

Eu terminei de escrever Até Eu te Encontrar aos 33 (quase 34) anos e ele só foi lançado a primeira vez aos 36. O relançamento aconteceu aos 38. Ao longo deste tempo, melhorei meu livro e minha escrita. Estou trabalhando no desenvolvimento do meu terceiro livro e consigo sentir o quanto evolui como pessoa e escritora. Fazer as coisas com tranquilidade é algo impressindível na carreira de escritor e vale muito aquele ditado: “apressado come cru e quente”. Nesse meio literário tudo acontece na hora certa e, se você apressar as coisas, pode se perder pelo caminho. Não estou falando que é para esperarem até os 30 anos para lançar, apenas que não precisa escrever, corrigir e publicar dentro de um mês.

“Ah, mas a Novo Conceito é o meu sonho e preciso mandar logo meu original para eles”, você pode pensar enquanto lê esta coluna. E vou falar novamente: calma, a editora não vai fugir. Ela está firme e forte em Ribeirão e vai continuar lá por muitos anos (espero que para sempre). Era meu sonho também estar na Novo Conceito, enquanto escrevia AETE e via a editora surgir e crescer através dos livros que ela publicava. Mas precisei esperar 4 anos entre terminar de escrever e ser aceita na editora. Talvez a Graciela de 2011, quando o livro foi lançado pela primeira vez, ainda não tivesse maturidade, chão e enfrentado obstáculos suficientes para poder lidar com o sonho realizado e ele ficou no forno por mais dois anos, enquanto eu e minha escrita amadurecíamos. Naquele tempo, eu chorava e tentava não desanimar, pensando que meu dia nunca chegaria e que as pedras no caminho nunca seriam removidas, mas hoje posso dizer que precisava passar por tudo o que passei.

Então se você está aí sentado, correndo contra o tempo para poder terminar seu romance, tenha calma. Pense no que falei. E espere a minha coluna da semana que vem, onde vou retomar este assunto e falar da importância de ter tempo para se dedicar a um texto. Vai ser uma espécie de “Não Escreva Correndo – Parte II”.

Até lá!

1 pessoa comentou

Deixe seu comentário

avatar novo conceito

Cadastrando sua mensagem, por favor aguarde...

Edson Gomes

Edson Gomes - 05 de Março de 2014 às 22:40

Muito bom o seu post Graciela! Verdade pura o que você escreveu, o texto precisa ser trabalhado e para que isso aconteça o tempo é o nosso melhor amigo. Temos que aproveitar para aperfeiçoado e admirado por leitores e editores. Parabéns!!

Compartilhar via Facebook Logar via Twitter

Cadastrando sua mensagem, por favor aguarde...

Receba nossa newsletter

Fique por dentro das novidades

Grupo Editorial

Novo Conceito

UMA EQUIPE JOVEM, pronta para DESTACAR-SE NO MERCADO PUBLICAndo CONHECIMENTOS, lançando autores E FAZEndo HISTÓRIA.

  • Emily Giffin

    UMA PROVA DE AMOR

    Emily Giffin