Editora Novo Conceito

Publicidade

Banner exemplo

Meus filmes preferidos - Oscar

26 de Fevereiro de 2014 | Graciela Mayrink

Antes de começar a coluna, quero agradecer o retorno que tive pela minha estreia. Obrigada a todos que me escreveram elogiando, dando palpites e pedindo dicas. Mas esta semana vou falar de cinema. Sim, porque domingo é dia de Oscar!!! (para alguns é Carnaval também, mas para mim é dia da noite de gala do cinema)

Eu amo cinema, adoro assistir filmes, sejam baseados em livros ou não. Todos os anos não perco a noite do Oscar, onde homens lindos e vestidos horrorosos desfilam pelo tapete vermelho, esperando saber quem vai levar a estatueta. E esta semana decidi citar resumidamente para vocês os 10 filmes que mais gosto que já ganharam o Oscar. Vamos lá:

 

 

1. ...E o Vento Levou (1940) – O que falar deste filme? Ele é perfeito! Um filme longo, antigo, mas que não me canso de assistir e nem sinto as horas passar. Fiquei minha adolescência toda vendo o filme na Globo, que o exibia direto, e sempre me marcou muito a saga de Scarlett, que passa de menina mimada a uma lutadora que faz de tudo para salvar sua família da miséria.

 

 

2 e 3. O Poderoso Chefão (1973) e O Poderoso Chefão II (1975) – Estes precisam vir juntos. O primeiro foi lançado e eu nem era nascida, o segundo saiu no ano que nasci, mas sou apaixonada pelos dois. É difícil uma sequência ser tão boa quanto a primeira e ainda não consegui decidir qual deles é o meu favorito. Amo filmes (e livros e séries) sobre a máfia e nestes dois filmes as interpretações de Marlon Brando e Robert De Niro (Vito Corleone adulto e novo, respectivamente) e Al Pacino (Michael Corleone, que assume o lugar do pai quando ele morre) são magnifícas. 

 4. A Lista de Schindler (1994) – Eu amo tudo de guerra: filmes, séries e, principalmente, livros. A Lista de Schindler foi um dos melhores filmes de guerra que assisti, embora não tenha aquelas cenas de batalhas, e, depois que o filme começa, você nem se lembra mais que ele é preto e branco. E no final é aquele soco no estômago por pensar que se trata de uma história real.

 

 

5. Forrest Gump (1995) – Já perdi a conta de quantas vezes assisti Forrest Gump. É um daqueles filmes que as frases e personagens pegam e se tornam parte da sua vida, uma história que mistura comédia, romance, drama e acontecimentos reais. 

 

 

6. Rain Man (1989) – Ok, confesso que assisti Rain Main principalmente porque era com o Tom Cruise, o Ian Somerhalder da minha adolescência. Mas ele ficou totalmente em segundo plano com Dustin Hoffman no papel do irmão mais velho e autista que foi deixado de lado pela sua família e agora é “recuperado” pelo irmão. Uma história linda de amor em família.

  

7. Uma Mente Brilhante (2002) – Um filme de superação e uma linda história de amor. E o que torna o filme mais perfeito, fofo, brilhante é que se trata de uma história real que mais parece uma ficção. Uma excelente atuação de Russell Crowe (e olha que nem sou tão fã assim do ator, mas neste filme ele está perfeito). 

  

 

8. Os Infiltrados (2007) – Juntar Jack Nicholson, Matt Damon (muitos suspiros), Mark Wahlberg (suspiros, apesar do cabelo ridículo neste filme) e Leonardo DiCaprio (suspiros para quem gosta dele) em um filme só pode dar um ótimo resultado. Se este filme é sobre máfia, melhor ainda. Alguém da máfia infiltrado na polícia e um policial infiltrado entre os mafiosos. É difícil saber para quem torcer porque as interpretações dos bandidos são excelentes.

  

9. O Silêncio do Inocentes (1992) – Este foi um dos primeiros filmes que assisti baseado em um livro que li. Eu tinha 16 anos e o livro me marcou muito, adoro policiais, e a adaptação para o cinema ficou boa. Sem contar que Anthony Hopkins tornou Hannibal Lecter um serial killer muito carismático. 

 

 

10. Titanic (1998) – A melhor coisa deste filme é seu personagem principal: o navio. A história do Titanic sempre me fascinou. Como um monte de decisões tomadas de forma errada levaram o maior navio de passageiros construído até então a afundar e matar milhares de pessoas, uma tragédia que poderia ter sido evitada. Os efeitos especiais são incríveis e você se sente quase dentro do Titanic. Ainda bem que quase. Ah, e tem uma história de amor fofa de pano de fundo.

 E este ano, quem leva? Estou apostando em 12 Anos de Escravidão. E vocês?  

1 pessoa comentou

Deixe seu comentário

avatar novo conceito

Cadastrando sua mensagem, por favor aguarde...

Marina Pereira

Marina Pereira - 26 de Fevereiro de 2014 às 17:20

Estou torcendo para que o Jared ganhe como melhor ator codjuvante por Dalas Buyers Club. Mais como melhor filme não sei em quem optar, mais Gravidade e Trapaça estão levando bastantes prêmios.

Compartilhar via Facebook Logar via Twitter

Cadastrando sua mensagem, por favor aguarde...

Receba nossa newsletter

Fique por dentro das novidades

Grupo Editorial

Novo Conceito

UMA EQUIPE JOVEM, pronta para DESTACAR-SE NO MERCADO PUBLICAndo CONHECIMENTOS, lançando autores E FAZEndo HISTÓRIA.

  • Emily Giffin

    UMA PROVA DE AMOR

    Emily Giffin