Editora Novo Conceito

Publicidade

Banner exemplo

Meu estilo de leitura

16 de Abril de 2014 | Graciela Mayrink

Hoje quero falar dos estilos de leitura que mais gosto. Percebo que muita gente se espanta quando descobre meu tipo de livro preferido. Acho que existe a ideia de que, por escrever livros fofos, leio apenas livros românticos. Mas sou bem eclética e, além dos românticos, leio mais quase que o oposto disso.

Livros que me chamam a atenção quando entro na livraria são os de guerra ou que envolvem temática histórica. Amo qualquer um relacionado à Segunda Guerra Mundial. Uma vez li um livro de mais de 700 páginas só sobre o Dia D, muito bom! Também curto os livros sobre a História do Brasil. Gostei da coleção do Eduardo Bueno e da série do Laurentino Gomes. Adoro me perder nos romances da Philippa Gregory sobre a família real inglesa da época dos Plantageneta/Tudor. Mas os meus preferidos são todos do Bernard Cornwell. Os livros de batalhas históricas dele são viciantes, devoro sem perceber (vou falar mais deles na minha coluna da semana que vem, sobre meus autores preferidos).

Também sou apaixonada pelos Três Mosqueteiros, os Cavaleiros Templários, as Cruzadas e a Lenda do Rei Artur. Leio de tudo sobre esses assuntos, mas, principalmente, se um livro fala sobre Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda, ele entra pra minha lista de desejados. Já li vários sobre o assunto e nunca me canso.

Outra linha de leitura que me atrai é a de romances de tribunal/suspense/policial. Sim, amo uma intriga, uma investigação, serial killers e tentar desvendar assassinatos. Viciei em Dexter, afinal quem não ama um bom serial killler? Ou seria um serial killer bom? Por falar no assunto, há alguns meses eu li Zodíaco (lançado pela Novo Conceito hehehe) e foi um daqueles que no final eu não conseguia tirar a história da cabeça, tanto que fui logo assistir o filme baseado no livro. Ele mexeu comigo. Outro que me marcou é Precisamos Falar Sobre o Kevin. Um livro sobre algo que está sempre acontecendo nos EUA, um aluno entra na escola e mata várias pessoas, mas mostrado sobre o ponto de vista da mãe. É intrigante, denso, bem escrito. Para deixar a pergunta no ar: o que levou Kevin a fazer aquilo? Ele já nasceu assim ou o fato de sua mãe não querer filhos o fez ficar assim?

Mas não leio só coisas pesadas não! Amo os livros do Luis Fernando Verissimo para me distrair e dar boas risadas. Mas quando quero relaxar mesmo, pego algum da série Diário de Um Banana. Sou viciada nas furadas que Greg entra.

Até a próxima semana!

Nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar

avatar novo conceito

Cadastrando sua mensagem, por favor aguarde...

Receba nossa newsletter

Fique por dentro das novidades

Grupo Editorial

Novo Conceito

UMA EQUIPE JOVEM, pronta para DESTACAR-SE NO MERCADO PUBLICAndo CONHECIMENTOS, lançando autores E FAZEndo HISTÓRIA.

  • Emily Giffin

    UMA PROVA DE AMOR

    Emily Giffin